É de clichê que o mundo precisa, meu bem.

O mundo precisa de uma mensagem de bom dia no dia seguinte. Um “você chegou bem?” depois da balada. Uma declaração fora de hora ou uma simples ligação. Não quero participar da geração do desapego, eu vou fazer textão pra minha paixão sim, se preciso crio um blog e se reclamar faço um livro.

Pode dizer o quanto me quer, eu vou bater na sua porta bêbada e dizer que sinto a sua falta. Não tenha dúvida que vou cheirar minha roupa só pra certificar que seu cheiro ainda está nela.

Não precisa ser grudento ou meloso.O que eu to falando é que não há nada mal em ser clichê. Leva-me pra jantar, pro cinema ou pra andar na areia da praia. Faz companhia na casa da minha vó, cancela a balada só pra ficar deitado comigo. Faz um café, enquanto escolho a série e vem mexer no meu cabelo até eu cair no sono.

Eu vou ser doida. Completamente apaixonada por você. Não vou conter a felicidade quando te ver. Ficarei toda boba te admirando. Vamos ser clichê, meu bem.

Queira-me cada dia mais, vamos rir junto, faz cocegas, morde minha bochecha, fica com tesão toda vez que eu tirar a roupa. Vamos dormir de conchinha, vou sair da cama com todo o cuidado e ver se tem algo pra gente comer, vou na padaria se não tiver. Cara eu vou fazer tudo por você.

Mas não venha com essa de desapego. Porque ser clichê é bom pra caralho.

Anúncios

2 comentários sobre “É de clichê que o mundo precisa, meu bem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s