Carta para um amor que ainda não chegou

Não nos conhecemos ainda, eu sei. Por favor, não faça mau juízo  , já que quem vai direto ao ponto é mal interpretado. Complicar é muito mais simples e torna mais fácil justificar o porquê deu errado e nos eximir de qualquer culpa.

O que é dar errado? Se não ficamos pra sempre é porque deu errado? Acho tão limitado pensar assim. Prefiro pensar que se virou história é porque deu certo. E não importa se aconteceu por uma semana ou uma década, se trouxe boas gargalhadas a duração se torna coisa ínfima. Relacionar um fim a ideia de que não deu certo é transformar o passado em um grande equivoco, e acreditar de que nada de bom aconteceu.

O que quero te dizer é que tô um tanto cansada em sentar em uma mesa de bar e contar minha vida inteira enquanto tento conter minhas expectativas e desvendar os sentimentos alheios. Que dessa vez confesso que vou preferir saber o que te trouxe aqui e não sobre suas bandas favoritas. Com certeza ficarei mais feliz se pudermos ouvir algo junto enquanto divagamos sobre a vida.

Não preciso que pague a conta, mas queria muito que você pagasse pra ver o que pode ou não acontecer. Que se deixe ser real e esqueça o medo, porque se não deixarmos nos levar as vezes, nunca poderemos saber onde poderíamos ter chegado.

Talvez você estranhe minha sinceridade logo de cara, é que não quero participar do grupo de pessoas que preferem esconder o que querem e o que sentem só pra parecerem fortes, sendo que forte mesmo é totalmente o contrário disso.

Na verdade, não sei o que seremos se vamos poder conjugar esse verbo juntos, mas sei o que não quero que você seja: indiferente. Por isso, eu me disponho a fazer o que nunca faço, e ao invés de calar o que penso, te digo que se quis te conhecer é porque estou disposta e quero que você também esteja.

Espero que você queira conhecer além da superfície, ouvir mais do que meias verdades. Que possa abrir as portas de casas e as janelas da alma, que solidão com solidão não se soma, se anula e que é bom não se armar as vezes, o que é usado pra defender, te protege ao mesmo tempo que te esconde.

Que dessa vez seja eu. Que nosso passado não atrapalhe e que o futuro não nos assuste. Vamos viver o presente pra que nossa história não venha ser resumida ao um “e se”.

Que você escolha ser você e se deixe ser intenso enquanto durar. Que seja reciproco, que seja feliz.

Mesmo que o pra sempre possa acabar amanhã precisamos dar valor as chances de fazer diferente hoje.

Eu tô dentro e você?

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s